A Vida Depois

avidadepoisLa Vida Después (2015 – ARG) estrelaestrelaestrela1_2estrela_cinzaestrela_cinza

O que há de mais interessante é a estrutura do roteiro que permite, dividir a trama em dois atos, alterando o protagonismo dos personagens, e levar o título do filme para representatividade em ambos os atos. O ponto de partida é o divórcio, além do amigável, de um casal de meia-idade. Enquanto a história privilegia o protagonista masculino, há equilíbrio nos comportamentos clichês.

No segundo ato, com uma grande guinada na história (além da mudança do protagonismo), os diretores Pablo Bardauil e Franco Verdoia tentam brincar com o tempo, com as lembranças e dores da separação, chegando até a momentos de alucinação. Até mesmo na montagem tentam brincar, mas o que havia sido construído perde seu teor, e pela irregularidade surgem segredos e novas facetas que os enquadramentos super arquitetados não perfazem, no todo, um filme coeso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s