Festival do Rio 2015

festivaldorio2015

A crise financeira obrigou o Festival do Rio (assim como acontecerá com a Mostra SP) a se reinventar, mais enxuto. Pela seleção de filmes do Festival, cujo pontapé inicial é hoje, essa escassez econômica não significou perder em atrações interessantes. Pelo contrário, a seleção parece bem melhor que do ano passado. É verdade que este ano o evento do Rio não conseguiu os principais premiados nos 3 grandes festivais (nessa disputa de egos com o evento de São Paulo), porém não perdeu glamour com outros grandes destaques, além daquela preferência por filmes de nomes famosos que atraem o público nem tão cinéfilo.

Nas retrospectivas, uma homenagem a Orson Welles com alguns de seus filmes e documentários sobre o cineasta. Outra homenagem fica ao Estúdio Ghibli, garantindo muitos títulos imperdíveis como O Túmulo dos Vagalumes, Meu Vizinho Totoro e Porco Rosso. O pouco conhecido cinema noir mexicano também não deveria passar batido aos olhos mais apurados. Wes Craven será lembrado com sessão especial de Pânico, por outro lado, até filme da Xuxa o festival resolveu programar.

Falando agora do cinema contemporâneo, segue abaixo lista dos filmes que este blog considera imperdíveis, entre grandes nomes (Sokurov, Garrone e Moretti) ou aqueles que causaram elogios (como o novo dos diretores portugueses de E Agora? Lembra-Me, ou do dinamarquês que dirigiu O Ato de Matar), ao longo do ano, pela crítica internacional especializada:

 

Imperdíveis:

Francofonia, de Aleksandr Sokurov [Veneza – competição]

O Peso do Silêncio, de Joshua Oppenheimer [Veneza – competição]

Os Irmãos Lobo, de Crystal Moselle [Sundance – US Documentary]

No Andar Debaixo, de Radu Muntean [Cannes – Un Certain Regard]

Rabo de Peixe, de Joaquim Pinto e Nuno Leonel [Berlim – Forum]

Minha Mãe, de Nanni Moretti [Cannes – Competição]

Boi Neon, de Gabriel Máscaro [Veneza – Orizzonti]

Anomalisa, de Michel Gondry e Duke Johnson [Veneza – Competição]

A Obra do Século, de Carlos Machado Quintela [Rotterdã – Competição]

Cinco Graças, de Deniz Gamze Ergüven [Cannes – Quinzena dos Realizadores]

Green Room, de Jeremy Saulnier [Cannes – Quinzena dos Realizadores]

 

 

Lista de Filmes para ficar de olho:

11 minutos, de Jerzy Skolimowski [Veneza – Competição]

À Sombra de uma Mulher, de Phillipe Garrel [Cannes – Quinzena dos Realizadores]

Lugar Certo, História Errada, de Hong Sang-soo [Locarno – Competição] – vencedor melhor filme

O Pica Pau Russo, de Chad Garcia [Sundance – World Cinema Doc]

600 Milhas, de Gabriel Ripstein [Berlim – Panorama Especial]

Pecados antigos, longas sombras, de Alberto Rodríguez [San Sebastian – Competição] – vencedor Goya melhor filme

Tribunal, de Chaitanya Tamhane [Veneza – Orrizonti]

Eu, Você e a Garota que Vai Morrer, de Alfonson Gomez-Rejon [Sundance – US Dramatic] – melhor filme

O Final da Turnê, de James Ponsoldt [Sundance – Premières]

La Belle Saison, de Catherine Corsini  [Locarno – Piazza Grande]

Tikkun, de Avishai Sivan [Locarno – Competição]

Bela e Perdida, de Pietro Marcello [Locarno – Competição]

Eu, Soldado, de Laurent Lariviere [Cannes – Un Certain Regard]

Paulina, de Santiago Mitre [Cannes – Semana da Crítica]

O Outro Lado, de Roberto Minervini [Cannes – Un Certain Regard]

Um amor a cada esquina, de Peter Bogdanovich [Veneza]

Sociedade Indiferente, de Rodrigo Plá [Veneza – Orizzonti]

Em Trânsito, de Albert Maysles, Lynn True e etc [Tribeca]

Malala, de David Guggenheim [Telluride]

Dreamcatcher, de Kim Longinotto [Sundance]

Coro, de François Delisle [Sundance – World Cinema Dramatic]

The Diary of a Teenage Girl, de Marielle Heller [Sundance – US Dramatic]

O Pesadelo – Paralisia do Sono, de Rodney Ascher [Sundance]

A Corrida contra a Extinção, de Louie Psihoyos [Sundance – US Doc]

Tangerina, de Sean Baker [Sundance]

Mediterrânea, de Jonas Carpignano [Cannes – Semana da Crítica]

Rainha do Mundo, de Alex Ross Perry [Berlim – Forum]

Não é um Filme Caseiro, de Chantal Akerman [Locarno – Competição]

Resultados, de Andrew Bujalski [Sundance – US Dramatic]

Rabin, the Last Day, de Amos Gitai [Veneza – Competição]

Les Chevaliers Blancs, de Joachim Lafosse [San Sebastian – Competição]

Truman, de Cesc Gay [San Sebastian – Competição]

Em Jackson Heights, de Frederic Wiseman [Veneza]

 

Alguns dos outros filmes presentes em festivais:

O Conto dos Contos, de Matteo Garrone [Cannes – Competição]

Montanha da liberdade, de Hong Sang-soo [Veneza – Orrizonti]

Paz para nós em nossos sonhos, de Sharunas Bartas  [Cannes – Quinzena dos Realizadores]

A rua da amargura, de Arturo Ripstein [Veneza]

Argentina, de Carlos Saura [Veneza]

Necktie Youth, de Sibs Shongwe-La Mer [Tribeca]

Ned Rifle, de Hal Hartley [Toronto]

Miss You Already, de Catherine Hardwicke [Toronto]

Dope, de Rick Famuyiwa [Sundance]

Going Clear: Scientology and the Prison of Belief, de Alex Gibney [Sundance]

Je Suis Charlie, de Daniel e Emmanuel Leconte [Toronto]

Grandma, de Paul Weitz [Toronto]

In Natura, de Ole Giæver, Marte Vold [Toronto]

Estórias de nossas vidas, de Jim Chuchu [Toronto]

A Academia das Musas, de José Luis Guerín [Locarno]

Transtorno, de Alice Winocour [Cannes]

Sol a Pino, de Dalibor Matanic [Cannes]

As Escolhidas, de David Pablos [Cannes]

Sicário: Terra de Ninguém, de Denis Villeneuve [Cannes]

Nahid, de Ida Panahandeh [Cannes]

The Lobster, de Yorgos Lanthimos [Cannes]

O Incêndio, de  Juan Schnitman [Berlim]

Sr. Holmes, Bill Condon [Berlim]

Paraíso Fétido, de Nathan Solver [Rotterdã]

Aspirantes, de Ives Rosenfeld [Karlovy Vary]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s