O Peso do Silêncio

opesodosilencioThe Look of Silence (2014 – DIN) estrelaestrelaestrelaestrelaestrela_cinza

Foram 12 anos de filmagens de Joshua Oppenheimer na Indonésia, destrinchando a tortura e a matança comandada pelo governo, que até hoje está no poder. O documentário anterior, O Ato de Matar, foi o feito que causou choque pelo material impensável, onde torturadores narram detalhes e simulam atos violentos do passado. O americano radicado na Dinamarca ainda tinha mais material, e com ele montou este segundo documentário. Dessa vez, há um personagem central, um oftalmologista cujo irmão mais velho foi um dos assassinados pelo regime.

Ele vai à casa dos torturadores, realizando uma consulta médica, e puxa o assunto dos massacres. O resultado é o confronto verbal, o arrependimento desculpado pelas obrigações militares. É até triste frisar, mas o choque do filme anterior já não nos atinge tanto. Por isso que o subterfúgio da “acareação” dá sobrevida a este material. Oppenheimer segue remoendo a brasa dessa fogueira, e exibe o pior do ser humano, essa faceta hedionda e criminosa. Mesmo que sem tanto brilho, com bastante melodrama, e com o peso da repetição, ainda assim é a confirmação da coragem do cineasta, e do absurdo que transformou qualquer reclamante indonésio em comunista, marcados por rótulos e perseguidos até à morte. Maior que o cinema, segue sendo o feito histórico.

Anúncios

2 comentários sobre “O Peso do Silêncio

  1. Pingback: Cahiers du Cinema e Sight & Sound |
  2. Pingback: Top 25 – 2015 |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s