Sabor da Vida

sabordavidaAn (2015 – JAP) estrelaestrelaestrela1_2estrela_cinzaestrela_cinza

Sentimental até onde se é possível chegar. A ternura correndo por todos os planos, das cerejeiras floridas, aos feijões cozinhando no fogão, mas principalmente na relação que surge entre uma idosa (Kiki Kirin), o gerente (Masatoshi Nagase) de uma pequena loja de dorayaki (doce japonês à base de pasta de feijão) e uma estudante adolescente (Kyara Uchida). O novo filme de Naomi Kawase é quase uma novela inofensiva sobre uma amizade pouco provável, e a cineasta japonesa não tem pudores em se entregar ao melodrama, com todos clichês possíveis.  A tentativa de demonstrar a beleza da vida através da dedicação terna pela arte de cozinhar, levando o afago oriental à apreciação de aromas e sabores. O resultado é de uma doçura mortal aos diabéticos, com todo o requinte sádico de lágrimas, ao público que se sujeitar a mergulhar entre personagens caricatos e a artificialidade desse abjeto sentimental.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s