Para o Outro Lado

paraooutrolado

Kishibe No Tabi / Journey to the Shore (2015 – JAP) estrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinzaestrela_cinza

O cinema de Kiyoshi Kurosawa está sempre margeando a morte. Seja por meio de filmes de terror alucinantes, ou até mesmo melodramas açucarados. E dessa segunda classe de filmes que nasce a trama desse filme. Mortos habitando o planeta, tal como os vivos (que não percebem como diferenciá-los). Kurosawa narra em tom de novela da tarde, tudo muito sereno, tudo muito explicadinho.

No centro um casal, ele desapereceu há três anos. E ressurge, ela o segue ao encontro de outros mortos que ele ajuda a se resolvererem, antes de partirem definitivamente. O tom adocicado, como sacarina, é muito parecido com Sabor da Vida (também presente na Mostra SP), de Naomi Kawase. O casal se envolve com cada grupo de personagens que encontra, sente na pele os dramas das perdas individuais, dos problemas pessoais que precisam ser resolvidos para que as almas sigam para outro plano. É de uam sensibilidade tão explícita quanto monótona.

Anúncios

Um comentário sobre “Para o Outro Lado

  1. Pingback: Cahiers du Cinema e Sight & Sound |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s