45 Anos

45anos45 Anos ( 2015 – RU) estrelaestrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinza

O cineasta Andrew Haigh chamou atenção, recentemente, com Weekend. E agora ficou definitivamente entre os nomes promissores do momento. Em Berlim ganhou o prêmio de Melhor Ator e Melhor Atriz, e realmente as interpretações de Charlotte Rampling (sempre ela) e Tom Courtenay são destacadas, diria até estupendas. O casal prestes a comemorar quarenta e cinco anos de matrimônio, na semana de contagem regressiva para a celebração chega uma noticia que se torna bombástica. Os pilares do casamento abalados, o passado vindo à tona e com ele a dor da descoberta.

Ciumes, insegurança, são apenas pontas de um iceberg, exposto de forma contida, pela elegante condução de Haigh. Assim como as canções que ouvem, e o ritmo do dia-a-dia, o filme não perde a classe levemente burguesa desse casal pacato.  O roteiro enxuto, fugindo dos clichês e do melodrama, revive pequenas histórias da década de sessenta, e fatos ocorridas antes do casal se conhecer, mas que podem ecoar tão ferozmente mesmo após tantos anos de casamento. E o final é a perfeita tradução da construção daqueles personagens, pequenos gestos simples que resumem com perfeição presente, e quem sabe futuro. Charlotte Rampling é aquela atriz, que a cada dia que passa prova um talento fora do comum, fora de série, que merecia um destaque muito maior do que goza.

Anúncios

2 comentários sobre “45 Anos

  1. Pingback: Cahiers du Cinema e Sight & Sound |
  2. Pingback: Top 25 – 2015 |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s