O Mistério da Felicidade

omisteriodafelicidadeEl Misterio de la Felicidad (2014 – ARG)

O cinema de Daniel Burman se estabeleceu, definitivamente, pela comédia dramática facilmente acessível. Seus filmes são familiares, e temas universais (mesmo que carreguem tanto da cultura argentina, é quase um made-in-exportação da cultura portenha). Quando surgiu, com Abraço Partido, foi altamente celebrado e premiado em Berlim. Mas, com o tempo, seu cinema se tornou preguiçoso, fácil demais. Tão inofensivo que nem é capaz de desagradar totalmente.

Dessa vez, o foco está em dois sócios, ultra-amigos, até que um deles desaparece e traz questionamentos sobre felicidade x conforto financeiro, e sobre liberdade, ou sair da zona de conforto. É bonito notar a dificuldade, e o processo, de percepção das motivações pessoais. Porém, é tudo feito de maneira tão bonitinha, aproximações amorosas e trilhas açucaradas, que comprova que Burman apenas está jogando para sua torcida e deixou seu melhor cinema há uma década.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s