Mãe Só Há Uma

maesohaumaMãe Só Há Uma (2016) estrelaestrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinza

E Anna Muylaert vem enfrentar o dilema do filme seguinte a um grande sucesso (Que Horas Ela Volta?). Em seu quinto longa, a diretora finca definitivamente sua carreira num estudo comportamental da classe média urbana (Chamada a Cobrar, É Proibido Fumar, Durval Discos). E nesse contexto financeiro traça diferentes perfis de personagens, misturando idades e comportamentos, ora com narrativa bem popular, e ora explorando mais possibilidades cinematográficas. Mas, acima de tudo, marcando sua assinatura.

Seu novo trabalho é um prato cheio para discussões e observações. Adaptado livremente do caso Pedrinho (que ganhou notoriedade em 2002), resgata a história de crianças roubadas na maternidade. O grande lance de Muylaert é não se apegar unicamente ao drama das família, ou ao processo penal. Com as lentes focadas, principalmente, no adolescente Pierre (Naomi Nero), o roteiro busca explorar a identidade do garoto antes, durante e depois de “concluído” o processo de viver com os pais biológicos. Durante este processo, ele tem sua vida escolar, seus amigos, e sua sexualidade exposta.

É bem verdade que Muylaert ainda mantém alguns comportamentos da classe média que hoje já não condizem com nossa sociedade de modo geral, mas ela prova que está realmente interessada nos comportamentos e nas correlações humanas, por isso se permite se esquivar do processo penal para desenvolver as relações entre pais e filhos, entre irmãos, e a dificuldade de todos em se adaptar naturalmente. Não há naturalidade numa situação dessas e Muylaert vai de encontro à sensibilidade para tornar essa história única, e não apenas contar os fatos do que ocorreu realmente no caso a qual foi baseado. Outro belo filme, com planos muito mais ousados. Um filme com escolhas arriscadas, desde sequencias de sexo, até enquadramentos que fogem do comum, em prol dessa possibilidade de explorar o espaço dos personagens.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s