De Longe Te Observo

delongeteobservoDesde Allá (2015 – VEN) estrelaestrelaestrela1_2estrela_cinzaestrela_cinza

A opção do júri do último festival de Veneza foi surpreendente em optar pelo drama venezuelano dirigido por Lorenzo Vigas. Além de ser oriundo de um cinema pouco representado no festival, não construindo uma rede tão grande de adeptos para que se tornasse um favorito. Pode ser classificado, facilmente, como parte de uma leva de filmes do cinema sul-americano atual (mais presente do cone sul). São filmes com a mesma linguagem cinematográfica de planos que seguem seus personagens pela nuca, deixando todo o restante desfocado, de fotografia fria, e de personagens melancólicos.

No filme de Vigas o tema é voyeurismo. O protagonista de meia-idade gosta de observar garotos nus, e assim satisfazer seu fetiche sexual, sem contato físico. Esse lado voyeur também surge na relação conturbada com o pai. O filme ganha contorno mais emocionais quando um dos garotos é arredio à ideia voyeur, e essa rebeldia acaba o aproximando. O diretor jamais perde o tom morno, e tenta desenvolver seus personagens a partir dessa aproximação desastrada, arredia, e construída por vias tortas, repetindo tanto do que já se viu nessa vertente de filmes latinos pequenos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s