La Vanité

la-vaniteLa Vanité (2015 – SUI) estrelaestrelaestrela1_2estrela_cinzaestrela_cinza

O cinema volta a discutir a eutanásia no filme do diretor suíço Lionel Baier, que esteve presente em Cannes 2015. Longe do sentimentalismo barato, Baier prefere leves toques de humor enquanto permite a seu protagonista (Patrick Lapp) oxigenizar sua decisão enquanto se relaciona com o prostituto (Ivan Georgiev) que trabalha no quarto ao lado do hotel, e de Carmen Maura, como a pessoa que vem assistir à decisão. O filme segue mais interessante dentro do quarto de hotel, mais adiante abre a historia para pequenos flashbacks, e as premeditações de seus personagens diluem parte da proposta. No final, uma ode à vida e aos valores emocionais de um cinema motivacional.

Anúncios

3 comentários sobre “La Vanité

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s