Agnus Dei

agnusdeiLes Innocents (2015 – FRA) estrelaestrelaestrela1_2estrela_cinzaestrela_cinza

A diretora Anne Fontaine opta pela frieza ao trazer às telas novo capítulo das tristes histórias da Segunda Guerra Mundial. O foco aqui são freiras polonesas grávidas após estupros de soldados soviéticos. A fotografia é fria, os planos fixos, a conjunção oferece distanciamento das emoções contidas vividas pelas jovens violentadas. De certa forma é um filme bem tradicional, que tenta representar-se de forma bastante semelhante ao clima gélido do inverno rigoroso. Foge categoricamente do clima melodramático, mas nunca consegue escapar da sensação de outra história importante, só que não vai além do tom narrativo. Não se aproveita, nem para o bem, e nem para o mal, de se aproveitar da bandeira feminista, o que, de certo modo, é uma pena. Restando assim, outra história de impacto, com momentos destruidores, renegada ao lugar-comum dos filmes do subgênero.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s