Herança de Sangue

herancadesangue

Blood Father (2016 – EUA) estrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinzaestrela_cinza

Filme de encerramento do último Festival de Cannes, é mais uma fita de ação tentando resgatar a carreira de um astro do gênero, nos anos 80-90, cuja carreira beira o ostracismo. Mel Gibson segue a linha dos atores que voltam no tempo, ao invés de tentar construir algo olhando para frente. Na direção, o francês Jean-François Richet, que tenta emplacar seu nome no cinema americano, após o sucesso francês Inimigo Público número 1.

Aqui, a filha de Gibson (que vive num trailer, no deserto da Califórnia, fazendo tatuagens após sair da cadeia), é jurada de morte por uma gangue de traficantes. Em diante, jás pode imaginar os caminhos do roteiro, aliás adaptação do romance escrito por Peter Craig. Em resumo, é um filme que tenta resgatar o cinema de ação oitentista, sob todos seus aspectos, mas não consegue ir além do genérico.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s