O Ídolo

oidoloYa Tayr el Trayer (The Idol, 2016 – PAL/RU/HOL) estrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinzaestrela_cinza

Hany Abu-Assad já ganhou o Oscar de Filme Estrangeiro (Paradise Now), e mais recentemente foi premiado na Un Certain Regard com o romance entre fronteiras palestinas (Omar). Dessa vez ataca num tema, e filme, de apelo bem popular: Arab Idol. É baseado na história verídica de um participante do reality show musical, mostrando desde a infância de Mohammed Assaf (Tawfeek Barhom) a sua vida de cantor de casamentos. Vivendo nos territórios dominados da Faixa de Gaza, o filme resgata o sonho infantil de criar uma banda, a relação com a irmã com problemas nos ruins, e todo o esforço para conseguir realizar o sonho de participar do Arab Idol.

Menos interessado no clima dramático do reality show em si, e mais focado nos elementos de melodrama que a história de Assaf oferece, Abu-Assad opta por se dividir entre o apelo popular e ficar em cima do muro. Pouco se aproveita do humor genuíno que o personagem poderia oferecer, ou até da veia romântica possível. Usa de tudo, mas parece especialmente interessado em apresentar formas de transpor as barreiras que separam os territórios, (como no caso do seu outro filme Omar) dessa vez num quê de aventura e superação.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s