Correspondências

correspondenciasCorrespondências (2016 – POR) estrelaestrelaestrelaestrelaestrela_cinza

Por intermédio da leitura de cartas, trocadas entre os anos 59 e 78, entre os poetas portugueses Sophia de Mello Breyner Andresen e Jorge de Sena, a diretora Rita Azevedo Gomes cria um belo retrato do quão afetada foi a vida dos portugueses frente ao regime fascista da época. Amizade íntima, poesia, o exílio no Brasil (e as comparações entre os dois países) e a saudade de casa, além da sensação de falta de liberdade são temas que se misturam às trivialidades como pequenas viagens, doenças de familiares ou problemas profissionais.

Algumas cenas tem a leitura encenada, outras buscam o lirismo por imagens mais poéticas (mar, floresta), imagens de outros filmes, ou até mesmo apresentam a equipe de filmagem, formando assim um fluxo de memórias ou interpretações. Sobretudo um filme sensorial,, que busca por experiências individuais refletir o trauma devastador de regimes ditatoriais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s