Graduation

graduationBacalaureat  / Graduation (2016 – ROM) estrelaestrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinza

Em outro de seus trabalhos extremamente densos, Cristian Mungiu prova porque está sempre na competição de Cannes e pode ser considerado um dos grandes nomes do cinema arthouse da atualidade. O cineasta novamente não perdoa a sociedade romena, mas sua trama pode, facilmente,  ser interpretada de maneira universal, afinal, a corrupção é privilégio de toda a humanidade.

No centro da trama um médico respeitado, que se vê tentado a infringir as leis em troca de um favor que possa favorecer sua filha, num momento delicado. Estão postas as armas para a corrupção humana, em todas suas esferas. O que Mungiu faz é escancarar não só a questão de favores políticos, do dinheiro e poder comprando privilégios, mas também da corrupção e falsidade na micro-sociedade, da infidelidade às diversas mentiras que parece não prejudicar ninguém.

Quando criança, aprendemos que quanto mais se mente, mais o nariz cresce, como Pinóquio. Aqui, quanto mais corrupto, mais envolto num mar de lama infindável. É outro conto moral, dessa vez bem explícito, dirigido pelo estilo vigoroso e já bem estabelecido de Mungiu e este cinema romeno que dialoga muito na forma, mas que segue surpreendendo pelo poder de suas reflexões.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s