Beautiful City

beautifulcityBeautiful City / Shah-re Ziba (2004 – IRA) estrelaestrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinza

Não deixa de ser curioso, e revelar muitas semelhanças com seus filmes mais recentes, este é que um dos primeiros trabalhos do cineasta iraniano Asghar Farhadi. A semelhança mais vívida é a predileção por diálogos, rápidos, longos, discussões e a verbalização constante como forma de convencimento. Por outro lado, é mais uma oportunidade de conhecer leis e costumes muçulmanos, aos que não estão familiarizados com algumas diferenças capitais.

Na trama, um garoto acaba de completar dezoito anos e prestes a ser enforcado. Sua única esperança é o perdão que pode ser concedido pelo pai da vítima. Começa uma blitz da irmã e um amigo tentando o perdão. Parece fácil, como uma vítima poderia perdoar um assassinato? Mas há agravantes, a vitima precisaria pagar, quando precisa de dinheiro para uma cirurgia da própria filha.

O filme não sairá desse círculo de personagens tentando um acordo, uma forma de agradar a todos. A complexidade envolve conceitos religiosos, questão financeira, familiar e justiça. Com orçamento menor, o filme de Farhadi fica mais escuro, mais pessimista, tal qual este pai que tenta equilibrar justiça e necessidade de vingança, com necessidades e uma possível saída racional.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s