Mistério da Costa Chanel

Ma Loute (2016 – FRA) 

O curioso cinema de Bruno Dumont. Seus trabalhos mais recentes carregam esse humor caracterico, de personagens facilmente marginalizados por suas imperfeições, bizarrices, ou leves deformações. São comédias de personagens feios, que carregam outras obsessões de seus primeiros filmes também, como a questão religiosa e o mundo no campo, mas especialmente os dois últimos são de uma crítica feroz a uma sociedade que não aceita nada fora dos padrões estéticos e de etiqueta vigentes.

O Pequeno Quinquin foi mais celebrado, e é compreensível por ser um filme bem mais bem resolvido, por mais que ambos sejam facilmente reconhecíveis como filhos-do-mesmo-pai. Aqui estamos no início do século XX, uma familia aristocrata francesa se relacionando com os moradores da região inóspita, enquanto a polícia investiga o desaparecimento de duas pessoas. Os ricos são pessoas execráveis, os pobres, calados e mais pé no chão são canibais. Entre eles, a dupla atrapalhada de policias, o romance proibido de dois jovens, e a capacidade de Dumont em nos fazer rir com a sofisticação da simplicidade. Pena que, os vinte minutos finais sejam pavorosos e capazes de rapidamente destruir toda a consistente construção de personagens.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s