Christine

Christine (2016 – EUA) 

Os filmes do brasileiro radicado nos EUA, Antonio Campos, ainda seguem inéditos no circuito comercial brasileiro, foram exibidos apenas em festivais. Esse terceiro longa-metragem consolida sua carreira de maneira sólida no circuito indie americano. Após dois trabalhos com foco na juventude americana (Depois da Escola e Simon Killer), vira algo suas atenções a história verídica da jornalista Christine Chubbuck que tirou sua vida, frente às câmeras, em prol da audiência e em protesto a ferrenha busca por ela.

Importante lembrar que no mesmo ano foi lançado o documentário de Robert Greene, Kate Plays Christine, e com suas semelhanças e diferenças, o todo apresenta um interessante estudo do caso. Se o deocumentário aproveita um pouco do sentimental e apenas expõe os fatos, é o filme de Campos e a boa interpretação de Rebecca Hall, quem oferece uma perspectiva mais irracional da jovem jornalista, suas perturbações pessoais e decepções em sua luta por crescer na profissão.

Cai como uma luva a reinterpretação dessa personagem em tempos de feminismo tão voraz, durante os anos 70, uma mulher de quase 30 e tão independente e decidida é mais outra possibilidade de retomar as bandeiras do mundo igualitário, ainda que o filme passe a justificar as decepções e o final trágico com suas manias e dificuldades de se relacionar em sociedade, logo ela que brigava por matérias criticas ou com cunho social, muito além da simples guerra sangrenta pela audiência.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s