Apesar da Noite

Malgré La Nuit / Despite the Night (2015 – CAN) 

Philippe Grandieux é mais um desses cineastas provocativos que através do experimental conta tramas sensoriais e aflitivas.  Seu mais recente trabalho extrapola pelo sexo para uma desafiante narrativa em que os diálogos, muitas vezes, são mero apelo estético, deixando a comunicabilidade para os longos planos que quase desnudam seus personagens.

Um homem retornado à Paris, querendo resgatar seu antigo amor, e acaba envolvido com outra mulher. Adicione o mundo pornográfico hardcore (snuff movies) e essa subversiva maneira com que Grandieux desenvolve personagens e relacionamentos, e teremos um dos filmes mais genuínos dos últimos anos, ainda que por sua radicalidade possa afastar boa parte do público.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s