Pela Janela

Pela Janela (2017) 

Para ser demitido, basta estar empregado. A estabilidade nunca foi certeza no mercado de trabalho, as empresas mudam, a chefia muda, e decisões são tomadas. Rosália (Magali Biff, em atuação incrível) já passou dos sessenta anos, e mesmo com trinta anos na mesma fábrica tem o alicerce de sua vida derrubado quando é demitida.

De forma muito sensível a diretora estreante Caroline Leone transforma o drama dessa mulher num road movie, o irmão precisa levar um carro de São Paulo a Buenos Aires e carrega a irmã junto. Com um sorriso amarelo e a força de vontade quase no zero, ela parte por pequenas descobertas, com o ânimo pendurado numa gangorra.  É um filme de simplicidade, de intimidade entre público e a personagem que perdeu o rumo, e de diálogo direto com a questões que a política nacional decidiu colocar na pauta das discussões de botequim (previdência, leis trabalhistas). De fato, no Brasil, vivemos um grande cada um por si.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s