Projeto Florida

The Florida Project, 2017 – EUA) 

Sean Baker está de volta, deixa de lado seu iphone, mas continua filmando a luz, o sol, as cores, com beleza rara. Impressiona como o cineasta brinca com a possibilidade do colorido dos prédios, que dialoga tanto com a meninice da arteira Brooklynn Prince. Um grupo de personagens vivendo no hotel do título, uma vida tão próxima, e tão distante, dos parques da Disney. Baker, novamente, dando voz e naturalidade aos que estão à margem do capitalismo, mas que precisam dele para sobreviver. Renegados ao ostracismo, num grito por espaço que choca aos demais por sua falta de pudores, pela ausência de etiqueta, e pela pungência do hoje, como se não houvesse amanhã.

A câmera quase sempre posicionada na altura das crianças, dá dimensão do olhar para os adultos, que tentam, em vão, impor limites, como é o caso do zelador (Willem Dafoe, om uma mão no Oscar de Ator Coadjuvante). A liberdade quase desenfreada para os que precisam de orientação e limites, uma América que pouco se importa com a “sujeira” deslocada aos subúrbios do consumo. Baker sempre de olho naquela faixa de população que a maioria gostaria de varrer para debaixo do tapete, e aqui os retrata com graça, delicadeza áspera, e com a mesma urgência que eles carregam de não se importar com o futuro.


Festival: Cannes

Mostra: Quinzena dos Realizadores

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s