Ava

Ava (2017 – FRA) 

É outro coming-of-age feminino, o despertar da idade e os conflitos entre a irresponsabilidade e os lapsos de uma mente adulta. Aos treze anos, Ava (Noée Abita) passa férias na praia, a mãe com um bebê no colo e desesperada por engatar um novo relacionamento, não é a presença adulta ideal a demonstrar estabilidade e um porto seguro para a garota. A diretora Léa Mysius leva sua personagem às últimas consequências, algo que lembre Badlands, com fugas e paixão, sexo e liberdade, enquanto a molecagem a imaturidade ainda persistem. No meio do caos em que se encontra Ava, o próprio filme passa sua parte final buscando a estrada por onde desgarrou.


Festival: Cannes 2017

Mostra: Semana da Crítica

Anúncios