Old Love

Jae-Hoe / Old Love (2017 – COR) 

É quase cruel a forma como o cineasta sul-coreano Park Ki-yong enxerga o reencontro de um amor da adolescência entre seus personagens. Quase trinta anos separados, um homem e uma mulher de meia-idade se encontram no aeroporto de Incheon, combinam de se reencontrar, recordar o passado. Como tantos filmes coreanos, alguns momentos em restaurantes, comendo e bebendo, os diálogos são esparsos, muitos daqueles silêncios que nos incomodam.

Cada um tem sua vida estabelecida, e o romance congelado por décadas não é combustível o bastante para diminuir suas crises pessoais. Através de longas cenas sem cortes, e essa quantidade ínfima de informações, o filme estabelece um romance de pessoas doloridas, solitárias, em que o sentimentalismo da paixão dá lugar ao pé no chão dos dramas de cotidiano.


Festival: Berlim 2018

Mostra: Forum

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s