Cocote

Cocote (2017 – RDO) 

A religião ainda é um dos pilares fundamentais dos povos latinos. O primeiro filme da Republica Dominicana a ter destaque, em muito tempo, talvez desde sempre, representa muito essa importância religiosa, aliada aos costumes ainda tradicionais de dignidade e necessidade de justiça. O mote é um jardineiro, que precisaa retornar da capital, para o funeral do pai. Ele é católico, a família se converteu evangélica.

Os conflitos não param por ai, a morte foi por assassinato, executado por um dos influentes da cidade, e agora sua família clama que ele execute a vingança. Não pense que o filme é só sobre o peso da dor e da pressão por cometer um ato que vai de encontro às crenças religiosas. O diretor Nelson Carlo de Los Santos Arias, em rimo quase documental (incluindo os travellings em 360 que dão dimensão exata dos ambientes), filma as discussões, as cerimonias religiosas. Tudo de maneira crua e vivida, de forma a causar imersão e levar o público para dentro dessa ilha latina, numa riqueza, por vezes desgastante, possibilidade de testemunhar a pluralidade cultural e religiosa como combustível para manutenção social.


Festival: Locarno 2017

Mostra: Signs of Life

Prêmio: Melhor Filme

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s