Comrades: Almost a Love Story

Tian Mi Mi / Comrades: Almost a Love Story (1996 – HK) 

Quase uma fábula romântica contemporânea, o filme de Peter Chan narra o encontro de dois imigrantes da China continental, que chegam a Hong Kong em busca do conforto financeiro. Jun Li (Leon Lai) é o garoto ingênuo que pretende conseguir dinheiro para se casar com a namorada. Qiao Li (Maggie Cheung) é bem mais astuta, prática e interessada em voos maiores.

Há no filme muito do vislumbre de estar em Hong Kong, a China capitalista, onde se pode comer no McDonald’s, ou que o caminho para se dar bem na vida é aprender a falar inglês. Sem perder essa essência de imigrantes em busca de seus sonhos, a narrativa vai naturalmente aproximando esses amigos para uma atração incontestável, quase um amor irrealizável como dos filmes de Kar-Wai. Mas aqui, a mão de Peter Chan leva os personagens para outros caminhos, seja pelo clima adocicado que se coloca entre o brega-romântico e o hipnótico, seja pelos circulas altos e baixos que a dupla enfrenta em sua jornada financeira.

Olhares, silêncios, o não-dito, as canções de Teresa Teng (uma delas faz referência ao título original do filme), além da impressionante capacidade do cineasta em criar pequenas e saborosas (algumas até inesquecíveis) cenas, fazem do filme essa representação de personagens comuns vivendo um romance avassalador, tanto para eles, quanto ao público.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s