O Lixo e o Sonho

Ratcatcher (1999 – ESC) 

Greve dos lixeiros na Escócia, os sacos de lixo se amontoam pelas ruas, ou nos playgrounds onde brincam as crianças num subúrbio de Glasgow. Lynne Ramsay estreia na direção de longas com um trabalho sujo, áspero e cinzento. Outro filme que traduz o mundo através do olhar das crianças, mas aqui a pureza dá lugar à marginalidade, à sobrevivência por famílias fragmentadas, problemáticas, longe da estabilidade e rotina confortável ao desenvolvimento dos mais jovens.

Os primeiros cinco minutos enganam o público sobre quem será o protagonista, a mudança está ligada à tragédia, mas também a culpa, e a tentativa do filme em justificar, a seguir, um pouco do que aconteceu, através desse novo protagonista. Nesse mundo de sonhos aprisionados, Ramsay constrói um retrato cruel entre silêncios e sequencias de impacto, como as de crianças brincando com ratos que servem como perfeita tradução para revelar a completa sensação de descaço e desesperança.


Festival: Cannes 1999

Mostra: Un Certain Regard

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s