Cymbeline

Cymbeline (2014 – EUA) 

Tragédia shakespeariana adaptada aos dias atuais. O cineasta independente americano, Michael Almereyda, já havia filmado Hamlet, com Ethan Hawke, e repete a dose, com um extenso elenco de famosos aos adaptar Cymbeline (que tem, facilmente reconhecíveis, traços de Romeu & Julieta). Manter o linguajar formal do século XVII, inserindo no mundo dos celulares e gangues de motos é tarefa complicada. O risco de parecer pedante, das interpretações exageradas, são características complicadas para transpor ao cinema atualmente. E Almereyda, realmente não consegue escapar da armadilha que seu autodesafio criou. Seu filme de intrigas, um quê de poesia em cada diálogo, romances e amores desiludido,s tem o sabor de uma velharia com roupa moderna. Além de aproveitar alguns de seus personagens e acabar refém da limitada Dakota Johnson no papel da mocinha romântica e indefesa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s