Sem Data, Sem Assinatura

No Date, No Signature (2017 – IRA) 

Seguindo a linha dos filmes de Asghar Farhadi, de contos morais e questões sociais (também presente no recente O Insulto), o diretor Vahid Jalilvand, em tons cinzas e pesadamente sóbrios, narra a história do médico legista, envolvido num acidente trivial, mas que pode ter causado a morte de uma criança.

O filme é todo calcado no peso da culpa e nas informações privilegiadas do médico, que enquanto tenta se omitir da sociedade, carra esse sentimento da responsabilidade e vive o dilema. A morte traz outras consequências além do luto, e a bola de neve se torna gigantesca. Não é um cinema vigoroso, mas bem possível de atrair parte da plateia interessada, essencialmente, em boas histórias.


Festival: Veneza 2017

Mostra: Horizonte

Prêmio: Melhor Diretor e Melhor Ator

Anúncios