Blind Spot

Publicado: janeiro 7, 2019 em Cinema
Tags:,

Blindsone / Blind Spot (2018 – NOR) 

O filme de Tuva Novotny foi sensação no recém encerrado Festival de San Sebástian. Todo gravado num único plano-sequencia, começa acompanhando uma adolescente saindo do treino de handball e voltando para casa com a família. Um incidente, hospital, pais enlouquecidos. Enquanto acompanhamos a reação e o desespero, e alguns fatos surgem para explicar mais sobre os personagens, os médicos operam a paciente.

É mais uma tentativa interessante desse cinema real-time, de acompanhar os acontecimentos dos fatos sem elipses, minuto a minuto. O enfermeiro que tenta acalmar a familia, os médicos trazendo boletins e o drama pessoal de uma família norueguesa comum, enfrentando seus dilemas. Por outro lado, é outro típico produto que chama mais atenção pelo cuidado técnico em fazer acontecer num único plano-sequencia, alguns vão achar desnecessário, outros interessados nessa capacidade de dar dinamismo, sem cortes.


Festival: San Sebastian 2018

Mostra: Competição

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s