Os Boas Vidas

Publicado: novembro 20, 2021 em Cinema
Tags:

I Vitelloni (1953 – ITA)

O primeiro choque de realidade que o quinteto de boas-vidas encara é a gravidez inesperada e o casamento obrigatório, mas o resumo perfeito do filme vem na parte final, na engraçada cena em que o sogro saca o cinto e dá uma surra no mulherengo que casou com sua filha. Mesmo na casa dos 30 anos, eles fogem de trabalho, e os mais velhos reagem paternalistas ou incrédulos, Fellini resume uma juventude italiana da década de 50, que quer apenas viverem de pequenos prazeres, da dependência dos pais, e está muito bem. Mas a bonita cena final traz uma luz de otimismo ao olhar satírico de Fellini, um deles resolve se aventurar em Roma enquanto o filme resguarda um futuro pouco esperançoso aos que ficam.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s