O Século do Nascimento

Publicado: dezembro 29, 2021 em Cinema
Tags:

Century of Birthing (2011 – FIL)

De um lado o cinema, a arte. De outro o fanatismo religioso, a fé irracional, crenças que a lógica não explica. Após horas e horas de diferentes tramas, o desfecho se dará com os dois personagens centrais encontrando um caminho (ainda que seja o insanidade), mas pelo menos se livrando dos peos emocionais que suas trajetórias.

A mulher virgem que segue os dogmas de seu líder religioso e vê sua vida ruir quando é estuprada e renegada pelo líder. O diretor de cinema discute arte enquanto não consegue terminar seu filme, conversa com amigos, atores, passa um tempo na mesa de edição. Dessas histórias surgem outros personagens como o fotografo (e a câmera quase se torna um personagem desse filme já que está de diversas formas), ou as buscas da freira no filme dentro filme. Em resumo, Lav Diaz está discutindo arte e religião, refletindo tanto para questões de su vida, como para o que observa da soecidade filipina. Narrativamente é outro trabalho típico seu, e por isso mesmo revigorante, longo na duração (o que lhe permite aprofundar temas, filosofar sobre arte ou dar o peso dramático aos personagens), e belo em tantos planos de natureza ou quando aproveita da pobreza e da imensidão para intensificar essa sensação de incompletude, de insanidade, de afastamento lógico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s