Loki – Arnaldo Baptista

Publicado: janeiro 30, 2022 em Cinema

Loki – Arnaldo Baptista (2008)

Nem sei porque perdi esse filme à época, que teve tantos elogios, ainda mais para alguém que já viui shos dos Mutantes na grade. Como linguagem cinematográfica é um documentário bem básico, entrevista e imagem de arquivo, entrevista e imargem de arquivo, mas o poder do filme é mesmo de causar diferentes sensações no publico. Começando com a identificação óbvia aos fãs de Arnaldo e Os Mutantes, passando por essa redenção de vida, só que comigo foi diferente, bateu uma depressão de ver tudo aquilo, esse amor cuja separação é corrosiva ao ponto de desestruturar alguém tão talentoso (sem esquecer claro da dependência química). Loki dá cabo de representar seu personagem, e nem sempre um documentário consegue.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s