Sobre

Este blog é meu caderno de anotações de cinema, meu Moleskine digital. Meus primeiros textos foram escritos em 2002. Pulando aqui e ali, finalmente o blog se estabeleceu nesse endereço, batizado definitivamente como Toca do Cinéfilo.

Não atuo na área de cinema, não tenho pretensões de mudar de ramo de atividade e tornar o cinema minha fonte de renda. Sou um fã que leva o hobby à sério.

Desde pequeno adorava assistir filmes, passava horas nas locadoras, lendo os encartes de VHS e descobrindo novos títulos. Um pouco mais velho, o empenho nos estudos e no emprego, me afastaram um pouco desse costume juvenil. Talvez porque era um prazer desestruturado, ou porque meus pais nunca frequentaram cinemas, enfim, me afastei. Ainda assim, o hábito de, pelo menos, acompanhar aos indicados ao Oscar e assistir pela TV a entrega dos prêmios, era mantido com certa regularidade.

Eis que em 2002 comecei a utilizar a internet com mais assiduidade, descobrindo alguns websites de cinema. Era como reviver as visitas às locadoras, consultando filmes, descobrindo atores e atrizes. Quando me deparei com comentários escritos pelos próprios internautas, aquilo me deu inspiração para rascunhar duas ou três linhas sobre alguns filmes. Novamente era época do Oscar e após assistir Uma Mente Brilhante escrevi um longo comentário com minhas impressões. Foi o start para um hobby que toma grande parte do meu tempo livre desde então. Durante um tempo, todos os filmes assistidos acabaram com linhas rascunhadas com minha opinião. Empolgado com os micro-textos julguei ser hora de partir para um espaço próprio, um blog.

Desde então esse blog funciona apenas como um exercício pessoal de um cinéfilo apaixonado pela sétima arte. A obrigação em escrever sobre os filmes tornou-se essa prazerosa mania, além de funcionar como uma extensão dos filmes. Dessa maneira eles não duram apenas noventa, cento e vinte minutos. As imagens perduram por horas e ao reler cada texto é como se um flashback os exibisse em minha mente. Com o passar do tempo aprendi que contar menos dos filmes e deixar mais as impressões e sentimentos é muito mais interessante do que a simples resenha de uma sinopse.

Engraçado olhar para trás e ver as mutações da cinefilia, no início a tendência era de procurar por filmes consagrados em Hollywood, com astros que nunca saem das colunas sociais. Com o aprofundamento descobrir outros cinemas, cada vez mais complexos e intrigantes. Outros diretores, atores e filmografias, outros países e idiomas. Aquilo que parecia ser chato, num primeiro instante, parece maravilhoso. O cinéfilo bebe de uma fonte que vive a reciclar-se. Quando descobri nomes como Fellini, Sokurov e Kitano percebi que existem outros ainda mais cultuados e que talvez sejam ainda melhores, mas ainda não estava preparado para mergulhar na filmografia de Bergman, Welles, Bresson, Ozu. Talvez quando estiver nessa fase descubra outros nomes, talvez não, isso não importa muito, o que é realmente relevante é que a paixão pelo cinema é um caminho sem volta e que quando descobrimos o cinema de outra qualidade, nada mais nos interessa.

Ao buscar filmes diferenciados descobrimos amigos, além do prazer de conhecer lugares bem mais interessantes do que os Multiplexes dos Shoppings. Como não se entusiasmar com o encantador Espaço Unibanco da Rua Augusta e sua mistura de jovens moderninhos e senhores cultos, ou o requinte do CineSesc e seu Café dentro da sala de projeção. Mais do que isso, por acaso perceber Paulo Autran sentado a cinco ou seis poltronas distantes de você. Descobrir a aconchegante Cinemateca Brasileira e ter a honra de trocar algumas palavras com Bernardo Vorobow antes de uma sessão numa sexta à noite. São esses prazeres da vida que devemos buscar incessantemente, são prazeres como este que procuro nos filmes, aprender sobre o mundo, descobrir mais de mim mesmo, o cinema não é minha vida, mas é parte importante dela.


Após anos e mutações, o blog segue vivo, e finalmente, encontrei uma cara mais consistente. Agora, lentamente, os posts antigos vão sendo atualizados com fotos, cotações, tags. Enfim, seguindo o novo padrão visual.

No novo padrão semanal temos aos domingos os clássicos e/ou filmes mais antigos.

Durante a semana, o cinema atual domina – (prioridade aos que estão em cartaz no Brasil). Juntamente aos inéditos que andam refletindo o cinema pelo mundo. Por fim, filmes não tão conhecidos ou maratonas em filmografias específicas, casos que não entrariam nos posts de domingo.

Aos sábados, posts eventuais ou especiais como as Cinematecas pelo Mundo.

Há também a Mostra SP de cinema, aquele momento do ano em que você troca todo seu tempo livre para assistir 30, 40, 50, 60 filmes em quinze dias. E os posts apressados pela maratona de ter visto até 6 filmes num dia, e no dia seguinte tem mais, e mais.

Na barra lateral, links dos filmes em cartaz, assim, filmes publicados muito antes de seu lançamento, podem ser facilmente encontrados.

Nossas Cotações vão de 1 a 5 (os extremos são sempre raros):

estrelaestrela_cinzaestrela_cinzaestrela_cinzaestrela_cinza

estrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinzaestrela_cinza

estrelaestrelaestrela1_2estrela_cinzaestrela_cinza

estrelaestrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinza

estrelaestrelaestrelaestrelaestrela_cinza

estrelaestrelaestrelaestrelaestrela


Twitter: @michelsimoes

Anúncios

6 comentários sobre “Sobre

  1. Olá!

    Quero fazer um convite à você que gosta de Cinema:
    Conhecer a história por trás do maior filme de todos os tempos “E o vento levou…”

    Estou fazendo uma peça teatral em que os personagens David O. Selznick, Ben Hetch e Victor Fleming mostram um pouco dessa loucura que, durante a produção, foi considerado “O maior elefante branco de Hollywood”

    confirme sua presença e deixarei um par de ingressos pra vc na bilheteria
    (depois diga o que achou, queremos muito saber!)

    Abrs

    FÁBIO CADÔR
    @fabiocador
    fabiocador.blogspot.com

    Curtir

  2. Olá, tudo bem?

    Meu nome é Juliana Moraes, trabalho no site AdoroCinema, o Site de Cinema nº1 do Brasil com uma audiência de 4 milhões de visitantes únicos por mês, 25 milhões de páginas vistas, 235 mil fãs no Facebook, 36 mil seguidores no Twitter e com o maior banco de dados de ficha de filmes, atores, fotos e trailers em HD do país. Fazemos também parte do grupo AlloCiné, 2° maior grupo no mundo e 1º na Europa.

    Estamos selecionando os melhores blogs de cinema do Brasil para fazer parte da “Comunidade AdoroCinema”.

    Você teria um email para que eu possa te enviar mais detalhes?

    Fico no aguardo!

    Obrigada,

    Juliana Moraes.

    Curtir

  3. Michel,
    estou começando um projeto com os alunos da faculdade sobre Cinema e gostaria de um depoimento seu sobre a improtância do cinema para a vida e para o aprendizado acadêmico (algo muito curto).
    Abraços

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s