Posts com Tag ‘Andrzej Wajda’

O Homem de Ferro

Publicado: maio 25, 2010 em Cinema
Tags:

homemdeferroCzlowiek z zelaza / Man of Iron (1981 – POL) estrelaestrelaestrelaestrelaestrela_cinza

O foco aqui é o filho do protagonista de O Homem de Mármore. A Polônia segue problemática, e o pessoal do estaleiro entra em greve, além de participar de outras manifestações contrárias ao governo (que entre outras medidas proíbe as bebidas alcoólicas no país, a fim de conter os manifestantes). O pai de Tomczyk morre numa dessas passeatas, enquanto o rapaz começava-se a se embrenhar nessa luta de classes. Os poderosos enviam um radialista para se infiltrar no movimento e realizar uma reportagem para desmoralizar Tomczyk.

Hoje mais importante como documento histórico, o filme de Andrzej Wajda concentra-se no dilema do radialista alcoólatra, pressionado e seduzido por seus patrões, quando na verdade á a favor da luta dos operários, enquanto fortaleciam-se os movimentos que mais tarde resultariam no nascimento do partido Solidariedade.

O Homem de Mármore

Publicado: maio 25, 2010 em Cinema
Tags:,

ohomemdemarmoreCzłowiek z Marmuru / Man of Marble (1976 – POL) estrelaestrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinza

Um projeto de conclusão de curso, um documentário para a tv com patrocínio do governo, meio confuso, o importante é que a jovem espevitada Agnieszka (Krystyna Janda) está juntando material, entrevistando, ouvindo histórias, fazendo colagem da vida de um pedreiro que ficou muito famoso nos anos 50 na Polônia. Usado com o ideal comunista do trabalhador exemplar, capaz de uma maratona para assentar um número recorde de tijolos, o que se vê é a história de um homem ingênuo e fiel a seus ideais.

Andrzej Wajda traz certo toque de leveza num drama político, impulsionado pela determinação eletrizante de Agnieszka e todo o dia-a-dia de filmagens proibidas (como no museu quando Agnieszka monta sob a estátua do Homem de Mármore, quase a reverenciando), aventuras com leve tom de humor, enquanto ela aprofunda-se na real dimensão de complexidade dessa figura simples que sempre esquivou-se da política em prol das coisas que ele julgava mais importantes, até ser engolido pelos próprios companheiros que um dia o quiseram como líder, usado por todos os lados até o ponto em que perdeu inclusive a esposa.