Posts com Tag ‘cinema falado’

The Artist (2011 – FRA)

Em Cannes foi o queridinho da crítica, desde o final do ano vem encabeçando as listas de melhores filmes e ganhando praticamente todos os prêmios da temporada. Se voce conta que se trata de um filme mudo, preto e branco, pronto, as pessoas torcem o nariz. Muito provavelmente vai ganhar o Oscar, e será um dos vencedores com menor bilheteria. No fundo, isso tudo, pouco importa. O cineasta Michel Hazanavicius traz novamente o drama emblemático que consagrou Cantando na Chuva da passagem do cinema mudo ao cinema falado.

O astro (Jean Dujardin) não aceita entrar na era do som, deseja seguir seus sucessos entre os filmes mudos. Estamos prestes a acompanhar a desconstrução de um astro, engolindo pela “nova tecnologia”, pela novidade. Ao mesmo tempo, a ascensão meteórica de Peppy Miller (Bérénice Bejo, candidata a nova namoradinha do cinema). Nessa gangorra o cineasta dosa bem comédia (em tons graciosos, aliado pela magnífica trilha sonora que pontua todo o filme), a outros extremamente melodramáticos e carregados.

Nesse miolo, a narrativa (que deveria ser o grande segredo do filme, pois prender a atenção do grande público num filme desse tipo é a chave do sucesso) mostra sinais de fragilidade, de uma roteiro gasto que sobrevive muito mais pelo requinte da trilha e pelas estupendas interpretações. São quinze minutos que aparentemente vão nos hipnotizar, dali em diante, não passa de um filme agradável.