Posts com Tag ‘Deborah Kara Unger’

Crash (1996 – CAN) 

Estamos falando de sexo e fetiche nessa adaptação do livro homônimo de J. G. Ballard. E, também, estamos em mais um trabalho do diretor David Cronenberg, que sempre se apodera do bizarro e do provocador para atrair o público. O mais fascinante do filme é quase propor um estudo psicológico da sede dos personagens por viverem o prazer do fetiche, de descobrir e extravasar seus limites. Fetiches são fetiches, mas essa sede vai muito além porque eles adicionam o risco, e essa estranha ligação entre acidentes e sexo que excita. A trama tem um casal (Deborah Kara Unger e James Spader) vivendo um casamento aberto, compartilhando na cama as experiências e fantasias realizadas fora do matrimônio. Ele se envolve num acidente de carro fatal e desenvolve uma atração doentia pela recém-viúva (Holly Hunter) que acaba o levando a um grupo de acidentados e deformados que reconstitui acidentes fatais de famosos (como o de James Jean). Carros, sexo e cicatrizes juntos. Há limites para o prazer?

Cronenberg nos faz mergulhar nas perversões entre o excitante e a repulsa, não faltam exemplos como a incrível cena em que todos assistem a um vídeo sobre testes com cinto de segurança, enquanto deliram e acariciam-se uns aos outros a cada batida. A libido ganha um ingrediente adicional que é essa relação com a máquina e com o que ela pode causar (no caso, as cicatrizes). De maneira chocante, crua e inteligente o cineasta apresenta a obsessão doentia como atalho ao clímax sexual.