Posts com Tag ‘Joe Dante’

BuryingtheExBurying the Ex (2014 – EUA) estrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinzaestrela_cinza

Haja condescendência e boa vontade com o novo filme de Joe Dante. Após 5 anos sem filmar, o diretor de Gremlins, volta com uma trama adolescente, trash B, daquelas que podem facilmente povoar a programação da tv aberta, nas madrugadas sem audiência. Nem tanto pelo espírito, muito mais pela preguiçosa forma com que conduz seu filme. Flerte ao humor dos filmes de Judd Apatow, com a pegada de sangue, nojeira e zumbis que faz a cabeça dos fãs de filmes de terror. No meio disso, romancezinhos complicados e atores fraquíssimos que fazem da experiência de reencontrar Dante, um gosto pouco animador.

Anúncios

gremlinsGremlins (1984 – EUA)  estrelaestrelaestrelaestrelaestrela_cinza

Um dos grandes clássicos juvenis do cinema nos anos 80, típico trabalho do diretor Joe Dante, que sempre adorou se aventurar por filmes assim (tem produção de Spielberger e roteiro de Chris Columbus). A mistura de terror B juvenil, e comédia infantil, aliados a fofurice e inteligência do mogway, mesmo com orçamento modesto e efeitos especiais simples, resultaram num grande sucesso que marcou época.

Personagens caricatos (bancário petulante, a velha megera), as trabapalhas do pai inventor, é tudo muito artificial, Joe Dante não está nem ai. O foco de seu filme é outro, e o desenvolvimento dos personagens humanos é apenas purpurina necessária para se criar a trama. Há o protagonista (Zach Galligan), e o par romântico dele (Phoebe Cates), e o resto apenas alvos para os animais anárquicos que o sábido chinês de Chinatown não queria vender.

No lado moral da história, levanta a bandeira da responsabilidade, da importância de se seguir regras. Afinal, havia três cuidados básicos com o mogway (não ser exposto à luz forte, não comer após meia-noite e não se molhado. E com a quebra dessas regras, a cidade se torna um caos, o bichinho peludinho que canta e encanta se torna um alucinado monstro cruel e satírico. De longe, o melhor do filme são essas sátiras com os costumes humanos (ao cinema, fumando com charme, bebendo cerveja no bar), o tom provocativos dos Gremlins é hilariante.