Posts com Tag ‘Katell Quillévéré’

Reparer Les Vivants (2016 – FRA) 

Indicado a melhor roteiro no César e integrante da Mostra Horizonte, do Festival de Veneza, o novo filme da diretora Katell Quillévéré muda completamente a rota, da leveza dramática de seu filme anterior (Suzanne), para o peso do drama familiar que enfrenta tragédias e nova esperanças. De um lado a fatídica morte de um jovem, de outro a possibilidade de recuperar a vida com um transplante de órgãos.

Quillévéré cria a falsa leveza nas primeiras cenas, um acidente de carro quase hipnótico, para a seguir tratar da dor da perda dos pais, enquanto, em paralelo, corre a história de uma mãe que nem subir as escadas sozinha consegue e precisa, desesperadamente, de um coração. Não deixa de trazer à tona o sempre importante tema da doação de órgãos, mas não precisa gastar mais de vinte minutos vislumbrando um coração batendo, durante uma operação de transplante. Se perde num drama banal, para um tema tão urgente.

suzanneSuzanne (2013 – FRA) estrelaestrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinza

Lacrimoso e envolvente esse drama da diretora Katell Quillévéré. Um caminhoneiro (François Damiens), viúvo, tendo que se desdobrar para criar as duas filhas pequenas. Utilizando diversas elipses, a diretora facilmente narra a vida dessas irmãs por décadas, tendo como foco a destrambelhada Suzanne (Sara Forestier), sempre contando com o suporte fraternal da “levemente” mais ajuizada (Adèle Haenel).

Pode-se até levantar a questão da propensão que uma família fragmentada (no caso a ausência mãe falecida) possa resultar numa educação não tão exemplar, e dessa forma, risco maior de filhos irresponsáveis, ou com um “espelho” familiar falho. Se bem que, aparentemente, trata-se apenas de uma história, narrada de forma doce (nunca sentimental), de duas meninas-garotas-mulheres, apostando no amor, agindo por impulso, com decisões dubiamente corajosas e covardes.