Posts com Tag ‘Mati Diop’

simonkillerSimon Killer (2012 – EUA/FRA) estrelaestrelaestrela1_2estrela_cinzaestrela_cinza

Antonio Campos, filho de brasileiros, nascido em NY, volta a abordar jovens com algum tipo de transtorno emocional. A violência fora de controle, em jovens, é uma espécie de obsessão em sua carreira. Tanto em seu longa anterior (Afterschool), quanto nos curtas que dirigiu, Campos realiza estudos da natureza humana desequilibrada, absorvida pelo meio e as facilidades que a violência pode proporcionar.

Simon (Brady Corbet) viaja a Paris após o término de seu relacionamento, escreve e-mails a sua ex, sofre até encontrar consolo no sexo. É nítido o quanto Simon está sob pressão, seja no esbarrão de um imigrante na rua, ou na falta de jeito com que se encontra com a prostituta (Mati Diop), que se torna sua namorada. Campos segue absorvendo o clima e os cenários com seu estilo, que lembra Michael Haneke no trato da imagem, com a câmera que se movimenta como uma testemunha ocular, sempre pronta a focalizar um detalhe, que pode ser nada, mas sempre aparecenta ser definito.

A história mete os pés pelas mãos em sua metade final, as fragilidades de Simon e dela são quase primitivas, o interessante mesmo é a forma como Campos narra isso tudo. A Paris suja, marginal, o foco no incomum (a nuca de Simon pela rua, a cama enquadrada numa altura que a torna o objeto principal das cenas), e um garoto mimado que descobre sua fúria como forma de libertação.

Anúncios