Posts com Tag ‘Matthew McConaughey’

osanjosentramemcampoAngels in the Outfield (1994 – EUA) estrelaestrela_cinzaestrela_cinzaestrela_cinzaestrela_cinza

Produção da Disney, remake de um filme homônimo de 1951, sobre um garoto, Roger Bomman (Joseph Gordon-Levitt), que pede ajuda a Deus, para que o time de beisebol da cidade ganhe o campeonato. Roger mora num lar para crianças, que serão encaminhadas para adoção. Seu pai está partindo da cidade, e diz ironicamente que, só se o Angels (último colocado) fosse campeão, eles voltariam a morar juntos. O garoto se apega a essa possibilidade, e pede a Deus para ajudar o time.

Ele e seu amigo JP (Milton Davis Jr) vão a todos os jogos dos Angels, e no primeiro jogo, após o pedido, Roger vê dois anjos ajudarem um dos jogadores a pegar uma bola. Maravilhado, o garoto percebe que ninguém viu os anjos, e o chefe dos anjos (Christopher Lloyd) lhe conta que eles estão ali para ajudá-lo em seu desejo.

Direção bem leve de William Dear, filme típico da Disney oitentista, repleto de humor físico exagerado e muitos personagens atrapalhados, além de dramas de alta comoção (como na entrevista coletiva). Personagens bobinhos demais, outros desnecessários, como o jornalista sarcástico. O filme ganha mesmo nos diálogos entre Glover e os garotos e nas rápidas aparições de Lloyd.

 

u-571U-571 (2000 – EUA)  estrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinzaestrela_cinza

Um submarino alemão está enfrentando problemas nas águas do oceano Atlântico, a tripulação aguarda ajuda para que se façam os reparos necessários. A inteligência americana planeja uma arriscada estratégia para roubar uma máquina de criptografia existente no submarino. O agravante é que teriam que roubá-la, sem os alemães percebam, caso contrário os códigos poderiam ser alterados e de nada valeria a manobra arriscada.

A equipe do comandante Mike Dahlgren (Bill Paxton) consegue seqüestrar o submarino e roubar a máquina, mas no momento em que estavam voltando ao seu submarino são atacados. Poucos conseguem refugiar-se no submarino alemão. Agora precisam passar pelos alemães, em um submarino alemão danificado, e levar a preciosa máquina para os EUA. Dahlgren morre e o subordinado Andrew Tyler (Matthew McConaughey) assume o comando do submarino e a responsabilidade pela missão.

O diretor Jonathan Mostow conseguiu transportar o público para dentro dos submarinos, cuidando de detalhes como água caindo o tempo todo nas cabines, e sinais de ferrugem e deterioração. Porém, o ponto alto são mesmo os efeitos sonoros, das explosões de bombas aos sons de movimento dos submarinos, tudo parece ocorrer a poucos metros de voce. Um roteiro módico, abarrotado de clichês e essas mirabolantes táticas de guerra, que poderia ter mudado os rumos da Segunda Guerra Mundial, que só Hollywood pode oferecer.