Posts com Tag ‘Natasha Henstridge’

meuvizinhomafiosoThe Whole Nine Yards (2000 – EUA) estrelaestrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinza

Os astros de Friends continuam tentando estabelecer carreira além do seriado, Matthew Perry protagoniza essa comédia como Nicholas Oseransky, dentista num casamento completamente furado com Sophie (Rosanna Arquette). Ela não passa de uma interesseira, que vive infernizando a vida do marido. Seus planos maquiavélicos são de mata-lo e ficar com o seguro de vida. Para a casa vizinha se muda um homem com uma tatuagem de uma flor no braço, Nicholas percebe tratar-se de do matador profissional Jimmy Tudeski (Bruce Willis), que estava escondendo-se de um chefão da máfia a qual ele havia delatado em troca de anistia. Sabendo da situação, Sophie força o marido a viajar a Chicago e procurar o tal chefão da máfia Janni Gogolack (Kevin Pollack), esperando assim ganhar alguma recompensa por informar o paradeiro de Jimmy.

Começa uma rede de confusão pela qual o dentista atrapalhado se mete, servindo como elo entre os mafiosos e o vizinho matador profissional. E, para piorar, se apaixona pela esposa de Jimmy (Natasha Henstridge). O filme vaga entre o exagerado, o tolo, e ainda assim engraçado, e com boa vontade, até criativo. Ainda que cheio  de exagero e humor simplório. Jonathan Lynn tenta manter o equilíbrio, num tipo de filme muito perigoso, em que qualquer deslize e se perde a linha de humor. O resultado final é bem satisfatório, dentro do que poderia esperar desse tipo de comédia besteirol.

maisqueoacasoBounce (2000 – EUA) estrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinzaestrela_cinza

Outra comédia romântica típica, dessa vez brincando com os mistérios do acaso. Um publicitário de sucesso, Buddy Amaral (Ben Affleck), véspera de Natal, atrasos, novas amizades entre o caos do aeroporto e a gentileza de troca de passagens, com um desconhecido, após o garanhão conquistar outra desconhecida. O avião cai, nenhum sobrevivente. A tragédia mexe com Buddy, o peso da culpa o leva ao álcool e desleixo no trabalho. Acaba é internado no AA, por seis meses, e ao sair, decide ajudar as pessoas que ele fez mal (um dos mandamentos do AA). E a primeira pessoa que ele escolhe? A viúva do desconhecido com quem ele trocou a passagem.

Abby (Gwyneth Paltrow) havia se tornado corretora de imóveis,  e morava com seus dois filhos, após a morte do marido. Buddy se aproxima, o intuito era ajudar, mas acaba apaixonado. Porém, como toda comédia romântica típica, lá vem a grande virada que gera briga, desencontro, separação. Momento para a tentativa de reconquista. Fora os senões absurdos do roteiro, desde o conceito relativo de Buddy ter prejudicado Abby, afinal nunca adivinharia que o avião iria cair, até a idéia fora de propósito do julgamento. (artificio barato para declarações emocionadas).  O diretor Don Roos apenas segue a cartilha do gênero.