Posts com Tag ‘Oscar’

Invictus• Semana de algumas noticias tristes. Teve o acidente fatal de Paul Walker, mas a grande lamentaçãoé daquele, que talvez fosse, a maior unanimidade mundial, Nelson Mandela dedicou uma vida pela luta por justiça. No cinema foi retratado várias vezes, no link um especial relembrando alguns desses filmes, e outros prestes a chegar [UOL Cinema]

• Outro tristeza foi a confirmação, nos EUA, da, inestimável perda, de uma enorme quantidade de filmes mudos. Custos altos, poucos cuidados, películas e histórias que se perderam [UOL Cinema]

• Estamos dando adeus a 2013, e o próximo ano já está chegando. E os Festivais estão se mexendo, saiu a lista de Sundance, o rei do cinema independente, sempre com muitos filmes para se ficar de olho [Sundance]

• A temporada do Oscar começou para valer, lista de melhores na [Time], [National Board of Review] e [NYFCC]. 12 Years a Slave não é tão favorito assim? Vejam e tirem suas conclusões sobre os favoritos do próximo ano.

•Interessante artigo sobre a inexistência de cinemas na Zona de Mata, enquanto Pernambuco se destaca com inúmeros lançamentos destacados, como Som ao Redor e Tatuagem. Coisas de Brasil [UOL Cinema]

• Entrevista dessa semana no [Slant Magazine] é com o Oscar Issac, protagonista do novo filme dos Coen, Inside Llweyn Davis, que logo estreia no Brasil

• A [Variety] entrevistou Nicolas Winding Refn, diretor que parecia virar sensação com Drive, mas depois do fracasso de Só Deus perdoa, sabe-se lá o que vem por ai.

• Encerrando com o trailer do O Espetacular Homem-Aranha 2 [Youtube]

doctorwho50 Doctor Who comemorando 50 anos, o Cinemark exibe hoje o episódio especial The Day of the Doctor, enquanto ontem o Google fez um Doodle especial [Google], e para entender a série [BBC]

• Gosta de filmes de terror? Lista com os 100 melhores filmes de todos os tempos [Slant Magazine]

• Causou burburinho o anuncio do retorno do Monty Python, eles farão um terceiro filme [The Dissolve]

• Achei alguns absurdos, mas essa lista é lista. Essa é sobre os 100 melhores filmes britânicos de sempre [Empire]

• Os 10 curtas pré-indicados ao Oscar [Uol Cinema]

• Gostou de Gravidade? Foi divulgado um curta spin-off, dirigido pelo filho do diretor [Youtube]

• E a entrevista do Filmes do Chico com Hilton Lacerda, diretor de Tatuagem [FilmesdoChico]

Trailers são uma arte à parte, afinal, qual o melhor trailer de todos os tempos? Esse link incrível traz alguns dos mais interessantes trailers da história do cinema [Wired]

• Julho vem com tudo, no Centro Cultural São Paulo (CCSP), mostra dos filmes de Howard Hawks [CCSP]

• Tem também o Festival de Cinema Latino-Americano [Festlatinosp]

• E Jacques Rivette no CCBB de SP e RJ, Julho virou paraíso cinéfilo. [Cinefrance]

• Eles vão ter que entrar em forma para o próximo Star Wars, olha a situação de Carrie Fisher e Mark Hamill [The Sun]

• Bem triste dar de cara com o balanço do semestre e enxergar as 10 maiores bilheterias do ano, no Brasil [AdoroCinema]

• E a Academia convidou mais de 200 pessoas para serem novos membros, e assim poderem, inclusive, votar no Oscar. José Padilha e Eduardo Coutinho foram os brasileiros convidados. Deem uma olhada na lista [Oscar.org]

Asas

Publicado: março 1, 2011 em Uncategorized
Tags:

Aproveitando o momento Oscar, aqui vai o primeiro vencedor da categoria Melhor Filme.

Wings (1927 – EUA)
 
É a mesma curiosidade que motiva a todos, assistir ao primeiro ganhador do Oscar. O filme de William A. Wellman (ex-piloto da aeronáutica) soa ingênuo nos dias atuais, mas deveria fazer completamente a cabeça das pessoas à sua época, o misto de épico, romance e comédia oferece a leveza dos desencontros e buscas amorosas e a força de uma amizade sem precedentes.

Dois rapazes se apaixonam pela mesma moça, há uma pessoal nesse quadrado romântico (outra moça que é apaixonada por um deles e vista apenas como uma grande amiga). A disputa pelo coração daquela garota perde intensidade quando os dois são chamados para combater pela força aérea durante a primeira guerra mundial e aí está o ponto alto do filme: as cenas no céu. Todas as sequências com aviões e os confrontos são de tirar o fôlego ao se imaginar como foram filmadas à época, já o roteiro cheio de idas e vindas prima pela sinceridade do amor e por suas buscas determinantes.

Lixo Extraordinário (2010)
 
Este documentário brasileiro surgiu timidamente, bem quietinho, sem causar grande alarde, até receber uma indicação ao Oscar da categoria. O fato é que o filme seria bem melhor na ausência de sua mola propulsora. O artista plástico brasileiro Vik Muniz (o artista brasileiro mais renomado no exterior atualmente, segundo suas próprias palavras) foi o mentor da ideia de buscar num dos aterros sanitários no Rio de Janeiro um grupo de catadores de material reciclável, e com eles criar arte, de alguma forma. Da pesquisa no campo para escolher os felizardos, até todo o processo de transformação do lixo em arte e os resultados internacionais do projeto, o que se vê é um documentário caminhando em duas frentes.
Numa delas os catatores demonstram sua simplicidade, mergulhamos em suas vidas, nas favelas que cobram R$ 15,00/semais de aluguel, e numa singeleza nata de cada um deles. De outro lado é um documentário feito para Vik brilhar, e nesse ponto é uma bola fora atrás da outra, ele se esforça para aparentar gentileza mas mete os pés pelas mãos a cada declaração, causando uma antagônica sensação no contraste com os catadores (coisas como agora tenho tudo e não tenho nada para conquistar doem os ouvidos enquanto aquela gente chora de emoção ao ver suas feições em verdadeiras obras de arte).
O filme, sem dúvida, sucita sensações óbvias como do-que-reclamamos-da-vida-quando-comparamos-nosso-conforto-aos-deles, contextualiza toda essa indústria de reciclagem, viaja num mergulho interessante do íntimo desses personagens, nos emociona na cena de Tião chorando após o leilão em Londres, porém fica a imagem turva da lembrança dos infelizes comentários de Vik Muniz. Dirigido por Karen Harley, João Jardim e Lucy Walker.