Posts com Tag ‘Renan Gioelli’

meutiomatouumcaraMeu Tio Matou um Cara (2004) estrelaestrelaestrela1_2estrela_cinzaestrela_cinza

Duca (Darlan Cunha), narrador em primeira pessoa, é apaixonado por Isa (Sophia Reis), que por sua vez está interessada em Kid (Renan Gioelli), três amigos quase inseparáveis. Enquanto Duca conta ao público sua visão do triângulo amoroso, sua família passa por um pequeno drama familiar, seu tio Eder (Lázaro Ramos)  matou um cara. A vítima? O ex-marido de sua namorada, que foi até sua casa tomar satisfação, pelo menos é essa a história que Eder contou.

A trama rola solta, novas facetas dos personagens a cada reviravolta (seja na área romântica, seja na policial) da história. Tudo cercado com humor característico, sempre com uso de linguagem jovem, leve e divertida, bem ao estilo do diretor Jorge Furtado que tanto descreve o cotidiano adolescente. O roteiro é redondinho, redondinho, na verdade até demais. Despojado, enxuto e ajeitadinho que beira o óbvio. A forma de narração de Duca pende ao infantil, explica demais, e filme que explica demais perde um pouco do brilho. Jovem não é bobo, gosta de ver seu estilo de vida retratado verdadeiramente, mas não precisa que expliquem cada detalhe, eles já os conhecem. Mas Furtado acerta em muitos pontos, coloca seu filme acima de preconceitos, retrata o cotidiano porto-alegrense e o mundo adolescente sem devaneios.

Por outro lado, a publicidade está espalhada por todos os cantos. Provedores de acesso à internet, marcas de cerveja, serviços de entrega de correspondência, sempre que há uma chance os nomes dos patrocinadores tomam conta da cena. É no corriqueiro que o diretor foca seus planos, são as pequenas coisas que buscam identificação do público com os personagens. Darlan Cunha e Sophia Reis são retratos da juventude, Deborah Secco está estonteante, mas só se tratando de sua beleza escultural. Lázaro Ramos é o contraponto de humor da história. Faz graça não só quando está em cena, seu personagem é tema de humor para os outros. Meu Tio Matou um Cara é daqueles filmes gostosos de assistir, mas que não ficam na memória.

Anúncios