Posts com Tag ‘Rosamund Pike’

garotaexemplarGone Girl (2014 – CAN/EUA)  estrelaestrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinza

O best-seller homônimo, escrito por Gilliam Flynn (que também assina o roteiro do filme) tem início com o desaparecimento de uma mulher (Rosamundo Pike). Sinais de violência em casa, estilhaços de vidro e manchas de sangue. O livro é narrado sob duas diferentes óticas, a da mulher desaparecida, e do seu marido (Bem Affleck) cujas as inventigações o tem como principal suspeito. A escolha de David Fincher em trazer ao cinema este thriller pop faz muito sentido pelo caminho que vem trilando sua carreira. O material tem o quê de suspense que perfaz sua carreira (Seven, Millenium), mas também dialoga com A Rede Social, mais precisamente com a imprensa, manipulação de opiniões.

Fincher conduz o suspense de maneira tecnicamente perfeita, sua mão suntuosa, ajuada pela trilha precisa de Trent Reznor e Atticus Ross, formam uma narrativa empolgante, pop, próximo ao público e ainda assim diferenciada por seu domínio do clímax.Por outro lado, seu cinema patina sobre sua própria carreira, o que esse filme acrescenta ao seu trabalho? Nada, é outro thriller competente. Ainda agravado pelo próprio roteiro que tão marcado por reviravoltas e precisão cirúrgica nos atos dos personagens, que a trama abusa da capacidade de manipulação, do excesso de dramatização.

A personalidade do casal é descoberta aos poucos, Fincher não consegue manter a narrativa dividida, ela fala em off, a dele é tomada como o tempo presente, a narração oficial. Isso também ajuda a desgastar o clímax, a saber que há os vilões e os que só não são bonzinhos. Em resumo é passatempo puro e simples, sofisticado por Fincher estar acima da média, mas é só uma roupagem especial para o mesmo rocambole do entretenimento.