Posts com Tag ‘Salma Hayek’

ocontodoscontosIl Racconto Dei Racconti / A Tale of Tales (2015 – ITA) estrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinzaestrela_cinza

Em seus últimos filmes, Matteo Garrone não se contenta com assuntos pequenos. Do retrato da máfia italina (Gomorra), ao mundo italianos dos reality shows (Reality), o cineasta parte agora mais profundamente em grandiosidade. São três contos do período das grandes monarquias, sempre cercado de fantasia, e o título já deixa bem expressada essa grandiosidade “O Conto dos Contos”.

Sim, Garrone quer realizar o filme definitivo, ele vem tentando, e passa cada vez mais longe. Este aqui carrega a pompa da idade média, três reinados e suas historias que sobrevivem desse quê de conto de fadas. Do rei que tem uma pulga gigante de estimação e por sua promessa acaba entregando a filha a um ogro, ao rei mulherengo que se encanta por uma voz de uma velha que consegue se tornar jovem, ou então a rainha que não mede esforços e consequências pela possibilidade de ser mãe. São apenas contos, tolos, interessantes, mas que jamais representam a eloquência que Garrone permanece em busca. Contos de fadas para adultos, envergonhados na sexualidade, e que buscam na estranheza a sua forma de se expressar moralmente.

Anúncios

La Chispa de la Vida (2011 – ESP/FRA)

Com dois temas atuais, bem condensados, o cineasta Álex de la Iglesia nos entrega um filme urgente, divertido e altamente crítico, sem perder sua linha de exageros. Desemprego na Europa e reality shows, juntos temos uma trama envolvendo jogo de interesses, ambição, e, até mesmo, a sobriedade de quem está numa situação limite e, ainda assim, consegue agir com sobriedade e respeito a sua moral.

Um acidente, alguém desesperado, o resgaste televisionado ao vivo. A soma desses ingredientes parece o resumo dos meios de comunicação atuais, Iglesia consegue dramatizar essa união, criar um espetáculo cruel e carregado de absurdos, coisa que só a TV atual poderia realmente fazer. E o tom de sátira permite a ele abusar, criar o exagero que tornará seu filme um deboche engraçado, uma crítica contumaz e de fino bom-gosto.