Posts com Tag ‘Sami Bouajila’

aculpaedovoltaireLa Faute à Voltaire (2000 – FRA) estrelaestrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinza

Como bom imigrante,o tunisiano Abdellatif Kechiche foi mais um a abordar o tema da ilegalidade. Albergues, manicômios, bares sem glamour, desemprego, a expectativa do futuro promissor contrastada com a realidade crua das ruas. Kechiche parte do lugar-comum, o visto temporário (via asilo político), a ambientação inicial, o ganha-pão vendendo frutas ou flores no metro.

Gradativamente a vida de Jallel (Sami Bouajila) ganha contornos próprios, desde suas amizades até seus amores, sem esquecer dos problemas “burocráticos” da ilegalidade. Kechiche mergulha na vida de Jallel, sem deixar de lado a comunidade, a cultura tão presente nas festas no bar onde conhece Nassera (Aure Atika). Quando surge a maluquinha (Élodie Bouchez) e sua total dependência, o filme fraqueja por um romance desajustado, e por mais que Kechiche mantenha vivo o tema com aspectos cotidianos, a relação dos dois em nada acrescenta.

Hors La Loi (2010 – FRA)

Rachid Bouchareb traz uma versão gangster dos tempos de luta pela libertação da Argélia, dessa vez a linha narrativa é conduzida pela história de três irmãos que são levados de seu país natal para a França e seguem caminhos distintos. Um vai lutar pelo exercito frances na Indochina, outro militante convicto da FLN torna-se figura importante nos conflitos em terreno frances, e o terceiro envolve-se no mundo dos cabarets e lutas de boxe em Pigalle. Das favelas francesas onde vivem os africanos imigrantes dos países de colonização francesa, aos becos onde confrontos entre “gangues” opostas e a própria polícia digladia-se dentro de um ar estritamente suntuoso (o filme de Bouchareb é grandioso, faz referência a uma elegância da época dentro de um clima tão violentamente disputado), o filme transcorre por essa veia política de acontecimentos fundamentais para a independência argelina. As cenas de tiroteio ou no ringue de boxe são extremamente bem filmadas, elegantes e de alto impacto, a carga política e os ideais nacionalistas estão escondidos por entre cenas clássicas e formais (principalmente na primeira metade), talvez seja o primeiro filme desse tema onde o charme seja tão importante quanto a discussão política.