Posts com Tag ‘Sharam Mokri’

Crime Culposo

Publicado: outubro 10, 2021 em Cinema
Tags:

Jenayat-E Bi Deghat / Careless Crime (2020 – IRA)

O iraniano Sharam Mokri recria o atentado de 1978 que queimou um cinema e causou a morte de centenas como protesto contra a influência cultural do ocidente n o Irã naquela época. Mas, o cineasta recria ao seu estilo entre narrativas circulares, travellings em plano-sequência em que o protagonismo de cada cena vai trocando como se passasse o bastão, e uma brincadeira de filme dentro do filme que além de homenagear o cinema oferecem reflexões sobre como cada um está ali, pensando em seus próprios interesses e nunca em prol de viver em comunidade. Mokri já mostrava talento com Peixe e Gato, aqui confirma seu estilo e capacidade de fugir do fácil. Só a construção da cena em que os diálogos se repetem a todo momento, apenas mudando o personagem em perspectiva já são típicos de seu cinema, um exercício de sincronicidade e de brincar com o tempo.

37_mostra_cinema_sp_divulgaçãoA primeira sensação é de alívio ao término de mais uma edição da Mostra SP. Continuam os problemas técnicos, entre cancelamentos de sessões com antecedência até o ridículo de haver problemas na hora da sessão e acabarem trocando filmes e atrapalhando e a vida de todo mundo (isso precisa acabar, já). Mas, alívio porque a programação segue diversificada, mas dessa vez com qualidade, conseguindo trazer uma boa safra dos destaques do ano entre os festivais de cinema.

Fora as acertadíssimas retrospectivas, que deram show. Foi impossível passar longe de filmes de Stanley Kubrick, Lav Diaz e Eduardo Coutinho. Cinéfilos se dividindo entre as retrospectivas e os filmes novos. As filas maiores voltaram, sessões esgotadas, as mesmas incomoda quando voce fica sem o ingresso para o seu filme, mas é bom ver os cinemas cheios e o burburinho pela procura pelos ingressos.

É uma pena que grande parte do público só se mobilize pelo status do “vi na Mostra”, por esse fenômeno bizarro que uma sessão de um clássico como O Sol por Testemunha tem ingressos esgotados, num sábado à tarde. Tente colocar esse filme em algum cinema ou cineclube ao longo do ano, terá meia dúzia de ingressos vendidos, e olha lá. O importante são os cinéfilos verdadeiros, os que o ano inteiro acompanham os festivais e partem em busca dos filmes.

Como todo ano, abaixo destaque para os que mais me agradaram nessa edição da Mostra SP:

O Filme

norteofimdahistoria

 

  • Norte, o Fim da História, de Lav Diaz

Os Melhores:

  • Um Toque de Pecado, de Jia Zhang-ke
  • Cães Errantes, de Tsai Ming-Liang
  • Peixe e Gato, de Sharam Mokri
  • Instinto Materno, de Calin Peter Netzer